tel.: (11) 3675-7810
abap@abap.org.br

182
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ANO NOVO, REALIZAÇÕES RENOVADAS



Fim de ano é época de prestação de esclarecimentos sobre atividades desenvolvidas em seu decurso. Beirando à exaustão, mas com sensação de dever cumprido, os membros da Diretoria da ABAP desempenharam ativamente as suas atribuições, adotando as medidas necessárias à administração da associação; implementando programas de trabalho e elaborando os respectivos relatórios; nomeando representantes e comissões para execução de projetos específicos, na defesa e na valorização da Arquitetura Paisagística; deliberando sobre procedimentos a serem executados e sobre participação em programas desenvolvidos por instituições públicas ou privadas; aprovando a admissão de inúmeros novos associados e o ingresso de vários colaboradores; celebrando termos de parceria, convênios, contratos e outros acordos de interesse; incentivando a instalação de núcleos de representação estadual; realizando reuniões da Diretoria, dos conselhos Fiscal e Consultivo e assembleias gerais; e exercendo as demais atribuições previstas no estatuto social.

Além dessas, cabe destaque a inúmeras outras atividades, como as múltiplas organizações de eventos acadêmicos e profissionais, e representações em solenidades oficiais – nacionais e internacionais – inclusive com pronunciamentos e palestras; as amplas participações em reuniões plenárias mensais – ordinárias e ampliadas – dos conselhos de Arquitetura e Urbanismo (CAUs) em âmbito nacional e estadual – também com representação nos colegiado permanentes de entidades (CEAUs); as significativas coordenações de reuniões bimensais do CEAU-BR e do Colégio Brasileiro de Arquitetos e Urbanistas (CBA), entidades de orientação de princípios sobre Arquitetura e Urbanismo no país; as relevantes diligências em encontros e seminários em câmaras de vereadores e de deputados, bem como em assembleias legislativas e no senado federal; aos instigantes pronunciamentos oficiais sobre temas contrários aos interesses profissionais; às importantes captações de recursos para viabilização de projetos elaborados; às obrigatórias divulgações mensais de notícias referentes às ações diretivas; às valiosas homenagens com a “marca ABAP” – inclusive póstumas – a personalidades nacionais e internacionais; dentre outros exemplos.

No início do próximo ano, essas e outras questões serão disponibilizadas e detalhadas no novo sítio eletrônico da ABAP, que é ofertado a todos os associados como símbolo dos nossos votos de muitas realizações pessoais e associativas em 2015.

Letícia Peret Antunes Hardt
Presidente da ABAP

PASSEIO DOS CLÉRIGOS


Fotos: Ana Cecilia Arruda Campos.

O Passeio dos Clérigos, projeto de autoria do escritório português Balonas e Menano Arquitectos, é uma obra de grande impacto urbanístico voltada para a reabilitação da antiga e abandonada Praça de Lisboa, na Cidade do Porto, Portugal. Desenvolvida a partir da topografia do terreno, uma praça/cobertura viva ajardinada é proposta, tendo como referência projetual simbólica o antigo olival ali existente.

A praça triangular, ladeada por três ruas de grande movimento, uma delas abrigando a emblemática Livraria Lello, é cortada por uma nova rua de pedestres parcialmente descoberta, porém resguardada, dando acesso a estabelecimentos comerciais e de lazer, como lojas, cafés e restaurantes, integrados ao fluxo urbano tradicional do entorno próximo, reforçando o forte comércio de rua deste setor da cidade. O percurso culmina na Torre dos Clérigos, importante elemento arquitetônico e histórico da cidade.

O jardim da cobertura, mirando a cidade e a Torre, se configura efetivamente como a grande praça pública aberta, cuja superfície ondulada em concreto é coberta por extensos gramados, entremeados com oliveiras de porte significativo, gerando espaços destinados a atividades de recreação, lazer e sociabilidade.

O Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (Igespar) condicionou a sua aprovação final à alteração de alguns pressupostos, tais como a supressão de edificação destinada à implantação de um restaurante/bar no nível da praça e de um auditório no piso inferior, bem como a redução dos volumes/ondas, em especial na parte voltada ao edifício da Reitoria da Universidade do Porto e a redução da escadaria monumental proposta entre as ruas das Carmelitas e S. Filipe de Nery. A Câmara do Porto mantém a posse da praça, mas cedeu o direito de superfície à empresa UrbaClérigos por 50 anos, após realização de concurso público para a concessão de uso do espaço. A obra foi concluída no final de 2012 e teve custo estimado em cerca de seis milhões de euros.

URBANISMO ECOLÓGICO

Ainda que as mudanças climáticas, a arquitetura sustentável e as tecnologias ecológicas sejam questões perfeitamente assentadas no imaginário coletivo, o mesmo ainda não ocorreu com aqueles temas relacionados à sustentabilidade urbana. Este livro surgiu exatamente da necessidade urgente de abordar o Urbanismo sob um enfoque ecológico como método prático e criativo para enfrentar a realidade da cidade, e assim se constitui em uma aposta deliberada pela consolidação definitiva do conceito de “urbanismo ecológico” por meio da compilação de uma série de textos-chave sobre a matéria.

Urbanismo Ecológico reúne os artigos do simpósio homônimo que ocorreu em 2009 na Graduate School of Design da Universidade de Harvard, bem como outros ensaios, conferências e aulas vinculados a esta linha de pesquisa promovida pela célebre universidade norte-americana. O livro, editado por Mohsen Mostafavi e Gareth Doherty, parte de um enfoque interdisciplinar no qual se unem os olhares de arquitetos, planejadores e desenhistas urbanos, teóricos, economistas, engenheiros, artistas e cientistas, entre outros profissionais. O resultado é um amplo panorama que contribui para desenhar a imagem plural, complexa e repleta de nuances que o sistema urbano assume quando estudado sob a ótica ecológica. Em suma, trata-se de uma contribuição importante que atesta o nascimento de uma nova ética e estética do meio urbano.

Organizadores Mohsen Mostafavi com Gareth Doherty. Ed. Gustavo Gili, São Paulo, 2014. Fonte: Site editora.

Sócios colaboradores
Vidrotil
Rain Bird
Regatec
Lao
Wall Green
Empresas City
Itograss
Haiah
Gail
Pedras Bellas Artes
Paisagem Escrita é uma publicação da ABAP